Conferências de hoje em Córdoba tratam da relação entre universidade e sociedade // Universidade Federal de Minas Gerais.

Publicado el 13 DE JUNIO, 2018

Reitora Sandra Goulart Almeida coordena fórum sobre educação superior e globalização

Conferências dos professores Ruth Shady, do Ministério da Cultura e da Universidade Nacional Mayor de San Marcos, do Peru, Ennio Augusto, reitor da Universidad de Chile, Rui Vicente Oppermanann, reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, e Marco Antonio Rodrigues Dias, ex-diretor da Divisão de Educação Superior da Unesco, abrem, nesta quarta-feira, 13, o terceiro dia de atividades da 3ª Conferência Regional da Educação Superior (Cres 2018), que está sendo realizada em Córdoba, na Argentina.

Em diferentes espaços do campus da Universidade Nacional de Córdoba (UNC), os quatro professores vão tratar da relação entre universidade e sociedade. As conferências começam simultaneamente a partir das 9h30.

A conferência Transcendência da civilização Caral para a geração de reflexões na sociedade será ministrada pela diretora da Zona Arqueológica Caral e diretora da Escola de Arqueologia da Universidade Nacional Maior de São Marcos, Ruth Shady; 1918-1968-1998, o que pode ser feito em 2018 para que o ensino superior volte a ser um bem público?" será proferida pelo ex-diretor da divisão superior da Unesco, Marco Antonio Rodrigues Dias; “Os desafios contemporâneos das universidades em sua interação com a sociedade" ficará a cargo do reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Rui Vicente Oppermann. Ele aponta a inclusão e a tolerância como dimensões que precisam ser aprofundadas pelas universidades. Por fim, Reconstruindo a ligação entre universidade pública e Estado será ministrada pelo reitor da Universidade do Chile, Ennio Augusto Vivaldi Véjar".

Fóruns

Em seguida, às 11h, reúnem-se os participantes dos fóruns Educação Superior e Integração Regional da América Latina e Caribe, coordenado pela reitora do Instituto Federal Farroupilha do Brasil, Carla Comerlato Jardim; Educação Superior para o Bem Viver. Um Desafio para o Mundo, que ficará a cargo da reitora Sara Ladrón de Guevara, da Universidade Veracruzana, do México; A Educação Superior entre a Regulação e a Auto-avaliação; coordenado por Guilhermo Tamarit, reitor da Universidade Nacional do Noroeste da Província de Buenos Aires; e Educação Superior e Globalização: Direito ou Mercadoria. O último será conduzido pela reitora Sandra Regina Goulart Almeida. "Educação precisa ser tratada como investimento, como política pública de Estado, capaz de criar condições para o desenvolvimento sustentável, para o fortalecimento da democracia e para a criação de sociedades justas e igualitárias", defende a reitora.

Os debates em torno dos sete eixos temáticos da Conferência terão continuidade a partir das 14h30. No fim da tarde, estão programadas várias mesas de debate sobre temas como financiamento do ensino superior, educação superior e mobilidade social, extensão universitária, migrações, direitos humanos, cooperação ibero-americana, educação a distância e reformas pedagógicas e diversificação curricular.

REDES CRES 2018

Programa